COMUNIBLOG

Blog oficial da Comunilog Consulting                                                                                                                                                                                                                                                                            

” LINHA DE CRÉDITO PME CRESCIMENTO 2013 COM CANDIDATURAS ABERTAS ” – AIP

 

Desde o dia 23 que uma nova       linha de crédito para as PME já se encontra       disponível.

A linha de Crédito PME       CRESCIMENTO 2013 é preferencialmente dirigida a Micro, Pequenas e Médias       empresas, certificadas com este estatuto pelo IAPMEI, devendo as empresas       observarem algumas condições como terem localização em território       nacional, desenvolverem uma CAE enquadrável, não terem incidentes       registados junto da banca e terem a sua situação regularizada junto da       Administração Fiscal e da Segurança Social.

A PME CRESCIMENTO 2013 é       composta por três linhas de crédito específicas:

 

  • Linha “Micro       e Pequenas Empresas”
  • Linha “Geral       – Dotação Geral”
  • Linha “Geral       – Dotação Especifica Empresas Exportadoras”

 

Na Linha       Específica “Micro e Pequenas Empresas”, os montantes máximos por empresas       são de 25.000 €, no caso das Micro Empresas, e de 50.000 € nas Pequenas       Empresas.

O máximo é       de 1.500.000 € para as empresas “PME Líder” que possam beneficiar da Linha       “Geral” e 1.000.000,00 para as restantes       empresas.

Os prazos de       amortização podem ir até 4 anos, com 6 meses de carência, no caso da Linha       Específica “Micro e Pequenas Empresas” e até 6 anos, com 12 meses de       carência para operações aprovadas na Linha       “Geral”.

No caso da       Linha Especifica “Micro e Pequenas Empresas” apenas será permitida a       apresentação de uma candidatura por empresa e não poderá exceder os       150.000 de financiamento com o acumular de operações anteriormente       aprovadas ao abrigo de linhas idênticas.

Na Linha       Especifica “Geral” as empresas poderão apresentar uma operação de locação       financeira e outra de financiamento bancário, através da mesma Instituição       de Crédito, e apresentar mais do que uma operação, com a mesma tipologia,       desde que o façam por Instituições de Crédito       diferentes.

As empresas       que à data da operação detenham dívidas perante a Administração Fiscal e a       Segurança Social poderão contratar junto do Banco proponente da operação,       um financiamento destinado exclusivamente à regularização destas       dívidas.

 

Todas as informações adicionais       poderão ser consultadas na ficha técnica, que se encontra disponível no       portal da AIP em www.aip.pt.

Os comentários estão fechados.