COMUNIBLOG

Blog oficial da Comunilog Consulting                                                                                                                                                                                                                                                                            


Portugueses no “Google” do empreendedorismo

ideia
A iniciativa tem o objetivo de auxiliar os utilizadores a encontrar, de uma forma fácil e sistematizada, conteúdos de empreendedorismo.

Como criar um restaurante ou aprender a captar ajudas públicas são algumas das pesquisas que se podem fazer no novo motor de busca “Mentor-Emprende”, uma espé

cie de “Google” do empreendedorismo, que a Universidade do Porto ajudou a desenvolver.

O “Mentor-Emprende

” é um motor de busca especializado em conteúdos relacionados com “empreendedorismo e criação de empresas” e destina-se a estudantes, mas também a quem esteja a pensar criar o seu próprio negócio, explica a Universidade do Porto (UP), em comunicado de imprensa.

O motor de busca, uma espécie de “Google” do empreendedorismo que especialistas em empreendedorismo da UP ajudaram a desenvolver, está agora disponível em língua portuguesa.

A iniciativa tem o objetivo de auxiliar os utilizadores a encontrar, de uma forma fácil e sistematizada, conteúdos de empreendedorismo.

Com o motor de busca, as dificuldades diminuem para aquelas pessoas sem formação na área da inovação, mas que pretendem ser empreendedoras.

O motor de busca é de acesso gratuito, está disponível na página da Internet da RedEmprendia e reúne diversas universidades ibero-americanas, que promovem o conhecimento, inovação e empreendedorismo.

A UP é uma das dua

s universidades portuguesas que colaboraram na implementação deste motor de busca, mas a estrutura foi criada por especialistas da Universidade de Santiago Compostela.

Fonte: http://www.ionline.pt/

Anúncios


Boas Noticias: Movimento para o Emprego

O Movimento para o Emprego quer combater o desemprego jovem e, para isso, prevê a criação de 5.000 novos estágios profissionais para jovens licenciados, mestres e doutorados. A iniciativa pretende cumprir este objetivo até 2014, sendo que para já conta com o apoio de 102 empresas e 3.200 propostas de estágio.

Os jovens desempregados que se candidatarem a este programa vão realizar um estágio profissional de um ano, com uma remuneração mensal no valor de 800 euros.

O programa do Movimento para o Emprego está destinado a pessoas com licenciatura, mestrado ou doutoramento, com idades inferiores ou iguais a 30 anos, e sem experiência profissional.

Os candidatos devem estar registados como desempregados no IEFP, formalidade que, segundo o comunicado no site oficial do Governo de Portugal, “pode ser realizada automaticamente no primeiro dia do estágio”.

O Movimento para o Emprego resulta de uma parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian, a Associação Empresarial para a Inovação (Cotec) e o Instituto para o Emprego e para a Formação Profissional (IEFP).

Em comunicado, o governo português adianta que “também o Impulso Jovem está a ser reformulado”. As alterações serão feitas ao nível dos estágios profissionais e do sistema de aprendizagem dual, de forma a “tornar o programa mais eficaz”.
Fonte: Boas Notícias Sapo


Boas notícias na Economia Portuguesa

 

lazulpensamento-positivoA reação do ministro das Finanças à emissão de dívida portuguesa a 10 anos foi positiva, nas palavras de Vítor Gaspar foi “a operação foi um grande sucesso”.

Segundo Vítor Gaspar, Portugal vendeu “abaixo de 5,7%, um valor elevado que se justifica dado que estamos a gerir um processo de regresso aos mercados”.

Estas são boas notícias para a economia portuguesa e sobretudo para as PME’s uma vez que podem melhorar as suas condições de financiamento junto dos investidores e da banca.

Nem tudo são más notícias por aqui! Vamos continuar a pensar positivo!


Financial Times elogia produtos “made in Portugal”

Made-in-PT“O Financial Times (FT) publicou, esta terça-feira, um artigo que elogia diversos produtos “Made in Portugal”, vistos como exemplos de artigos produzidos no nosso país que interessam ao resto do mundo e captam a atenção dos compradores estrangeiros.
Entre os produtos destacados pelo prestigiado jornal internacional está o papel higiénico preto Renova Black, “o favorito de Simon Cowell, produtor de espetáculos sobre talentos em televisão”, e o calçado português, nomeadamente “os sapatos usados pela mãe e irmã da noiva no casamento do príncipe William e Kate Middleton”, também de origem portuguesa.
Para dar força aos exemplos apresentados, o FT falou com Luís Saramago, diretor de marketing da Renova, que descreveu o papel higiénico preto como um símbolo de “inovação e diferenciação de produto”, à semelhança dos tecidos perfumados e de uma linha “verde” de produtos reciclados que é vendida, hoje, pela marca em mais de 60 países.
O jornal conversou também com Jorge Correia, fundador da Helsar, uma empresa familiar de calçados do Porto que, apesar de muitos pedidos feitos por clientes para rotular os seus sapatos como tendo origem noutros países, como Itália, garante que “nunca” permitirá que tal aconteça.
“No negócio do calçado, o “made in Portugal” agora tem quase o mesmo peso como o “made in Italy”, salientou o empresário, que adiantou que as exportações da empresa aumentaram de 9% há seis anos para cerca de 70% nos dias que correm. Além disso, os sapatos produzidos pela empresa ganharam “um prestígio especial” depois de terem sido exibidos por Carol e Pippa Middleton no matrimónio real.
O elogio às exportações lusitanas não fica por aqui, dando-se ainda relevo a casos de sucesso como o da Autoeuropa, a segunda maior empresa exportadora nacional, e ao aumento das vendas para a China, em especial de veículos e componentes de automóveis.
Em jeito de conclusão, o FT sublinha o facto de as exportações serem o motor da economia portuguesa. Graças à aceleração “significativa” das vendas para o exterior, foi possível, aponta o jornal, reduzir o défice comercial e oferecer “um horizonte de esperança a um país mergulhado numa recessão profunda, lutando contra um desemprego recorde e que enfrenta um futuro incerto”.
Clique AQUI para aceder ao artigo (em inglês).”


2º Festival da Canção Guarda

Segundo Festival da Canção

A ideias.Guarda em conjunto com a Displix Audio, vai realizar no dia 1 de Junho de 2013 a segunda edição do Festival da Canção.

A Comunilog vai, e tu ?

 

CARTAZ fESTIVAL DA mUSICA


Empreender é a nossa estranha forma de vida!

Anos de empreendedores, anos de homens capazes de enfrentar tormentas, descobrir novos territórios, empreender novos rumos e novos caminhos!
Empreender está no código genético dos portugueses, empreender está-nos na massa do sangue, empreender é a nossa estranha forma de vida, vais entrar nesta caravela?!