COMUNIBLOG

Blog oficial da Comunilog Consulting                                                                                                                                                                                                                                                                            


Portugal é o mais inovador dos países do sul da Europa

“Portugal é o mais inovador entre os países do sul da Europa, ultrapassando, inclusive, a vizinha Espanha. As conclusões são do barómetro de inovação da COTEC, segundo o qual, este ano, Portugal subiu duas posições relativamente a 2013, ocupando, agora, a 29ª posição no ‘ranking’ composto por 52 países.

De acordo com o relatório, a recuperação portuguesa permite que o país se volte a aproximar da média global. Depois de melhorar em todas as dimensões da análise – condições, recursos, processos e resultados -, Portugal figura entre os países considerados ‘inovadores moderados’.

Este mesmo grupo conta também com a presença de países anglo-saxónicos (Canadá e Austrália), da Europa do Sul (Espanha e Itália), do Leste da Europa (Estónia, República Checa, Eslovénia, entre outros) e ainda China e Israel. Em 2014, o ‘ranking’ anual de inovação da COTEC (Associação Empresarial Para a Inovação) continua a ser liderado pela Suíça, que, inclusive, ganhou terreno relativamente à Finlândia, em segundo lugar.

A melhoria mais significativa registada em Portugal aconteceu ao nível dos processos, o que corresponde a uma maior agilização, fundamental para a passagem de conceito a produto o mais rapidamente possível. Esta recuperação permite ao país voltar a aproximar-se da média global, superando a Espanha e a média dos países PECO (Países da Europa Central e Oriental).”

 

In boasnoticias.sapo.pt


A coisa mais bela :)

https://www.youtube.com/watch?v=RRRGVWdYo8o&list=PLIWekVhnuu0PEJt21dGBE-i6J2gDwi-Vl


O que as pessoas dizem no trabalho x o que realmente elas querem dizer

Retirado do Blogue ” buzzfeed.com”

 

a-empresa

 

 

 

 

1. “Reunião especial” – Nós vamos sentar na sala e repetir ideias chatas sem fim.
2. “Como equipe precisamos quebrar as nossas barreiras individuais” – Todos nós nos odiamos fazer isso.
3. “Ação” – Eu não sei a diferença entre substantivos e verbos.
4. “Te mando um e-mail” – Eu sou meio chato.
5. “Vamos passar isso em off” – Eu sou muito chato.
6. “Nós desejamos a X muita sorte no novo emprego dela” – Vá para o inferno, traidora.
7. “Foi maravilhoso trabalhar com vocês pessoal, e eu realmente sentirei falta desta equipe” – Até mais, babacas.
8. “Nosso modelo tem potencial” – A companhia vai crescer ou encolher. Um dos dois.
9. “Rendimentos exponenciais” – Lucros insignificantes.
10. “Aumento acentuado” – Acréscimo minúsculo, quase imperceptível.
11. E-mail em cópia – Estou alertando de forma passiva-agressiva o maior número de chefes possível sobre sua cagada.
12. [Ao telefone] “Poderia me mandar isto por email?” – Vou ignorar.
13. “Vou ser freelancer” – Sinto falta de assistir TV durante o dia.
14. “Nós somos eficientes com os impostos” – Nós evitamos o pagamento de impostos.
15. “Eu sou um expert em SEO” – Eu sei como colocar palavras-chaves em destaque.
16. “Eu sou um analista profissional” – Eu tenho acesso ao Google Analytics.
17. “Eu sou um especialista em mídias sociais” – Sou um mentiroso.
18. “Ninja” – Otário.
19. “Gerente de comunidade” – Pessoa que escreve os tuítes.
20. “Decidi deixar o cargo” – Fiz um acordo para uma demissão espontânea que vai me deixar rico.
21. “Simplesmente tínhamos visões diferentes de para onde a empresa estava indo” – Eles descobriram que eu estava desviando fundos.
22. “Neste brainstorm, não existem ideias ruins” – Este brainstorm não será mais do que ideias ruins.
23. “Partindo para novos campos” – Demitido.
24. “Nós estamos reestruturando a empresa” – Todos estão despedidos.
25. “Nós trouxemos uma equipe de consultores” – Todos estão para serem despedidos.
26. “Você está demitido” – Eu acho que sou Roberto Justus.
27. “Por consenso…” – O chefe pensa…
28. “É hora para um novo desafio” – Eu não podia suportar mais um dia na mesma sala que você.
29. “Eu mal posso esperar para começar!” – Na verdade eu posso, mas todo mundo tem que dizer isso, né?
30. “Estou dando uma pausa na carreira” – Vou ficar o dia inteiro de pijama assistindo Video Show e chorando pelos próximos três meses.
31. “Ofereceram-me uma oportunidade fantástica em outro lugar” – Ofereceram-me mais dinheiro.
32. “Tem tempo para uma conversa?” – Prepare-se para o pior.
33. “Vamos ter uma palavrinha?” – Nós teremos muitas, muitas, muitas, muitas, muitas palavras.
34. “Vamos ter uma palavrinha rápida?” – Eu não tenho nada para discutir, só gosto de ver o desespero em sua cara.
35. “Você tem um minuto?” – Você tem um minuto.
36. “Nós precisamos desenvolver um fluxo de trabalho mais ágil” – Deveríamos parar de fuçar o Facebook o dia inteiro.
37. “Uma cerveja rápida depois do trabalho” – Muitas cervejas depois do trabalho, e muito possivelmente alguns shots também.
38. “Fusão de empresas” – Desculpa para despedir todo mundo.
39. “Com a reestruturação, X terá algumas responsabilidades adicionais” – Nós escolhemos nosso bode expiatório e o enquadramos para levar a culpa de todas as nossas cagadas.
40. “BOM DIA EQUIPE!” – Todos me odeiam.
41. “Nova vaga empolgante” – Não é uma vaga empolgante.
42. “Estou lendo a biografia de Steve Jobs” – Eu não sou Steve Jobs e nunca serei.
43. “Valores fundamentais” – Fazer dinheiro.
44. “Esta é realmente uma grande oportunidade para o nosso negócio” – Nós estamos muitoooooooo ferrados.
45. “Eu acho que nunca houve um momento melhor para trabalhar nesta área” – Estamos muitooooooo muitoooooooooooo ferrados.
46. “O símbolo chinês para ‘crise’ é uma mistura dos símbolos para ‘perigo’ e ‘oportunidade’” – Nós estamos tão profundamente ferrados que você nem acredita.
47. “Dia de entrosamento” – Tem que participar?
48. “Eu trabalho com código” – Eu sei fazer coisas itálicas em HTML.
49. “Vamos deixar isto quieto por enquanto” – Nunca vamos mencionar isto de novo.
50. “Bem vindo à empresa, é um prazer conhecer você!” – Se for promovido acima de mim, eu te mato.
51. “Eu sou um gerente experiente” – Eu comprei um livro do WH Smith sobre ser gerente.
52. “Eu estou trabalhando de casa hoje” – Nada de trabalho hoje.
53. “Eu estou me sentindo mal” – Eu estou de ressaca.
54. “Estou gripado” – Estou de ressaca.
55. “Tenho uma consulta médica” – Estou de ressaca.
56. “Deveríamos ver isso com o jurídico” – Temos que achar alguém para culpar caso isso dê errado.
57. “Tem sido um ano desafiador” – Estamos totalmente ferrados.
58. “Nós estamos procurando novas fontes de renda” – Nós estamos falidos.
59. “Nós estamos reestruturando nosso financiamento” – Nós estamos falidos, mas não estamos prontos para admitir isso.
60. “A perspectiva econômica é incerta” – A perspectiva econômica é apocalíptica.
61. “A empresa está perfeitamente posicionada para enfrentar os fortes desafios da economia que estão por vir” – O fim está perto.
62. “Este foi um ótimo ano” – Para nossos acionistas.
63. “O sucesso que nós tivemos é por causa de cada um de vocês” – Todos vamos ganhar um bônus. Você não.
64. “A porta do meu escritório está sempre aberta” – Quem me dera se os técnicos consertassem ela.
65. “Feliz aniversário!” – Nós jamais nos falamos. Por que estou colocando meu nome aqui?
66. “Barzinho depois do trabalho? Não posso, tenho outros planos” – Passei tempo suficiente com vocês por um dia.
67. “Alguém aceita uma xícara de chá?” – Oferta estritamente limitada para as três pessoas mais próximas ao meu redor.
68. “Vou fazer uma comprinha na rua, alguém quer alguma coisa?” – Sem abusar. Eu não sou escravo ninguém.
69. “O que você está comendo aí? Parece bom” – Estou de dieta e estou tão faminto e miserável que poderia até gritar.
70. “Pedalando para o trabalho, é? Bom para você” – Seu sacana esnobe.
71. “Eu quero mais responsabilidade” – Eu quero um aumento de salário.
72. “Eu estou fazendo uma apresentação” – Eu juntei uns gráficos entediantes no Powerpoint.
73. “No meu emprego anterior…” – O que eu estou prestes a dizer é totalmente irrelevante.
74. “Trabalha em equipe” – Tem habilidades sociais básicas, não é exatamente um sociopata.
75. “Isto está além das minhas possibilidades” – Não me peça para lidar com isso.
76. “Vou levar suas ideias em consideração” – Eu vou roubar suas ideias e levar crédito por elas.
77. “Ele é claramente um cara ambicioso” – Ele é apavorante.
78. “Foi um prazer trabalhar com você” – Eu já me esqueci de você.
79. “Como vai sua esposa?” – Eu esqueci o nome de sua esposa.
80. “Como vão as crianças?” – Eu esqueci os nomes de seus filhos.
81. “Como estão as coisas em casa?” – Eu esqueci tudo sobre você.
82. “Como foi seu fim de semana?” – É segunda ou terça-feira.
83. “O que você vai fazer neste fim de semana?” – É quinta ou sexta-feira.
84. “…” – É quarta-feira.
85. “Seja um estagiário da nossa empresa” – Venha trabalhar sem remuneração para nós indefinidamente. É ilegal mas e daí.
86. “Ele busca intensamente resultados concretos” – Ele é um psicopata.
87. “Não tolera insensatos” – Sacana impiedoso.
88. “Ele é o animador do escritório” – Imbecil total.
89. “Ela vai longe” – Ela é de dar medo.
90. “Ele é papo reto” – Vem uma palavra a outra é ‘caralho’.
91. “Tudo de bom” – Estou morrendo por dentro.
92. “Atenciosamente” – Este trabalho está me matando lentamente.
93. “Bjsssss” – Sou excessivamente carinhoso.
94. “BJU” – Sou bobo.
95. 🙂 – Sou infantil.
96. x – Digitei isso sem querer. Que vergonha.
97. “Saúde!” – Eu te odeio!
98. “Cuide-se” – Vai tomar no…
99. “Cordialmente” – Vá se foder.


Anedota de Advogados

Um jovem advogado abre o seu consultório.

Ao fim de três dias sem um único cliente, eis que finalmente um homem entra pela porta.

Apressado, o advogado pega no telefone e simula uma conversa:

– Ai sim? E o que lhe disseram? Que somos os melhores? Pois, é o costume, sabe como é… Olhe, fico contente por termos resolvido o seu caso, ainda para mais tendo em conta que era um caso tão difícil. Muito bem, concerteza, até breve e obrigado.

E, pousando o telefone, diz ao senhor que tinha entrado:

– Em que posso ser útil?

– Eu sou da PT… vim ligar o telefone…

 

retirado do site ” http://anedotas.numsitedejeito.com/ “


cartazes incríveis mostram que a vida é muito curta para o trabalho errado

” As Publicidades foram feitas para o Jobs In Town, um site alemão de empregos, com o slogan: “A vida é muito curta para o emprego errado”. ”

Retirado de http://www.buzzfeed.com

 


Maquina de Lavar e Cristiano Ronaldo

Fascinado com as tarefas domésticas, um homem resolveu lavar a sua própria camisola.

Um bom bocado depois de ter chegado ao pé da máquina de lavar, gritou à mulher:

– Maria, que programa de lavagem é que devo usar na máquina?

– Isso depende – responde-lhe, ela – o que é que diz na camisola?

Ele gritou outra vez, muito feliz com a resposta:

– Cristiano Ronaldo!!!

” retirado de anedotas para rir “


1964 versus 2012 Diferença abismal

Situação: O fim das férias.

Ano 1964:
Depois de passar 15 dias com a família atrelada numa caravana puxada por um Fiat 600 pela costa de Portugal, ou passar esses 15 dias na praia do Castelo do Queijo, terminam as férias. No dia seguinte vai-se trabalhar.

Ano 2012:
Depois de voltar de Cancún de uma viagem com tudo pago,terminam as férias. As pessoas sofrem de distúrbios de sono, depressão, seborreia e caganeira.

Situação: Chega o dia de mudança de horário de Verão para Inverno.

Ano 1964:
Não se passa nada.

Ano 2012:
As pessoas sofrem de distúrbios de sono, depressão e caganeira.

Situação: O Pedro está a pensar ir até ao monte depois das aulas, assim que entra no colégio mostra uma navalha ao João, com a qual espera poder fazer uma fisga.

Ano 1964:
O director da escola vê, pergunta-lhe onde se vendem, mostra-lhe a
sua, que é mais antiga, mas que também é boa.

Ano 2012:
A escola é encerrada, chamam a Polícia Judiciária e levam o Pedro
para um reformatório. A SIC e a TVI apresentam os telejornais desde a porta
da escola.

Situação: O Carlos e o Quim trocam uns socos no fim das aulas.

Ano 1964:
Os companheiros animam a luta, o Carlos ganha. Dão as mãos e
acabam por ir juntos jogar matrecos.

Ano 2012:
A escola é encerrada. A SIC proclama o mês anti-violência escolar,
O Jornal de Notícias faz uma capa inteira dedicada ao tema, e a TVI insiste em colocar uma equipe de reportagem à porta da escola a apresentar o telejornal, mesmo debaixo de chuva.

Situação: O Jaime não pára quieto nas aulas, interrompe e incomoda os colegas.

Ano 1964:
Mandam o Jaime ir falar com o Director, e este dá-lhe uma bronca
de todo o tamanho. O Jaime volta à aula, senta-se em silêncio e não
interrompe mais.

Ano 2012:
Administram ao Jaime umas valentes doses de Ritalin. O Jaime
parece um Zombie. A escola recebe um apoio financeiro por terem um aluno
incapacitado.

Situação: O Luis parte o vidro dum carro do bairro dele. O pai caça um cinto e espeta-lhe umas chicotadas com este.

Ano 1964:
O Luis tem mais cuidado da próxima vez. Cresce normalmente, vai à universidade e converte-se num homem de negócios bem sucedido.

Ano 2012:
Prendem o pai do Luís por maus-tratos a menores. Sem a figura
paterna, o Luís junta-se a um gang de rua. Os psicólogos convencem a sua irmã que o pai abusava dela e metem-no na cadeia para sempre. A mãe do Luís começa a namorar com o psicólogo. O programa da Fátima Lopes mantém durante meses o caso em estudo, bem como o Você na TV do Manuel Luís Goucha.

Situação: O Zézinho cai enquanto praticava atletismo, arranha um joelho. A sua professora Maria encontra-o sentado na berma da pista a chorar. Maria abraça-o para o consolar.

Ano 1964:
Passado pouco tempo, o Zézinho sente-se melhor e continua a correr.

Ano 2012:
A Maria é acusada de perversão de menores e vai para o desemprego.
Confronta-se com 3 anos de prisão. O Zézinho passa 5 anos de terapia em terapia. Os seus pais processam a escola por negligência e a Maria por trauma emocional, ganhando ambos os processos. Maria, no desemprego e cheia de dívidas suicida-se atirando-se de um prédio. Ao aterrar, cai em cima de um carro, mas antes ainda parte com o corpo uma varanda. O dono do carro e do apartamento processam os familiares da Maria por destruição de propriedade. Ganham. A SIC e a TVI produzem um filme baseado neste caso.

Situação: Um menino branco e um menino negro andam à batatada por um ter chamado ‘chocolate’ ao outro.

Ano 1964:
Depois de uns socos esquivos, levantam-se e cada um para sua casa.
Amanhã são colegas.

Ano 2012:
A TVI envia os seus melhores correspondentes. A SIC prepara uma
grande reportagem dessas com investigadores que passaram dias no colégio a averiguar factos. Emitem-se programas documentários sobre jovens problemáticos e ódio racial. A juventude Skinhead finge revolucionar-se a respeito disto. O governo oferece um apartamento à família do miúdo negro.

Situação: Fazias uma asneira na sala de aula.

Ano 1964:
O professor espetava duas valentes lostras bem merecidas. Ao
chegar a casa o teu pai dava-te mais duas porque ‘alguma deves ter feito’

Ano 2012:
Fazes uma asneira. O professor pede-te desculpa. O teu pai pede-te
desculpa e compra-te uma Playstation 3.