COMUNIBLOG

Blog oficial da Comunilog Consulting                                                                                                                                                                                                                                                                            


Quem é Celeste Caeiro ?

No dia 25 de Abril de 2014 comemoraram-se os 40 anos da revolução, lembra-se os capitães, os políticos, entre outros intervenientes . Ma há um nome que teve um papel importante na nomenclatura da revolução, a revolução dos cravos. Essa pessoa é Celeste Caeiro , ” Celeste dos Cravos “, que trabalhando num restaurante, foi no dia 24 de Abril,  buscar flores para uma festa no seu local de trabalho. No dia 24 de abril de 1974 foi buscar as flores ao florista e o estabelecimento estava fechado, pois estava já, a desenvolver-se nesse momento a revolução, mas o dono autorizou, celeste a levar as flores . Assim Celeste Caeiro agarrou nas flores e foi ver o que estava a acontecer. E foi assim que celeste com um ramo de cravos na mão, deu um cravo a um soldado que colocou no cano da sua espingarda . Vendo isto os restantes soldados pediram também cravos a celeste e repetiram o mesmo gesto,ficando assim para sempre conhecida a nossa revolução de Abril como revolução dos cravos.

 

celeste-comunilog

 

 

Obrigado Celeste Caeiro

Obrigado Soldados de Abril

Viva o 25 de Abril

 


O Parque escolar, os professores e o Futuro?

 

Quando o Engenheiro José Sócrates, pessoa muito famosa por estes dias, delineou uma estratégia de modernização do parque escolar, com o objectivo de dotar o país de infraestruturas de referência  europeia e mundial.

Até aí na teoria concordamos todos, o pior , a meu ver foi a falta de planeamento que existiu e perspectiva de futuro mal calculada . A festa foi grande com custos brutais, e a fatura irá ser paga pelas gerações futuras, e que obriga a uma reorganização de toda a estrutura educativa. A factura a pagar mensal poderá vir a ser de 113 milhões de euros, para além disso os custos de manutenção são monstruosos, mais uma vez, á boa maneira portuguesa como no euro 2004, foi tudo á grande, mas quem paga a festança, ?

TODOS ?????????

Devido á loucura dos sucessivos governos assistimos hoje a uma reestruturação da educação sem menor respeito pela base de sucesso das mesmas, as pessoas. Os mega agrupamentos, as turmas de 30 alunos, o novo mapa de colocação de professores são medidas que visam apenas a poupança, num dos alicerces de uma sociedade desenvolvida, a EDUCAÇÃO.

São 113 milhões por ano por agora, mas a factura que iremos pagar por esta reestruturação na educação, que visa a teoria da poupança e não das pessoas, irá trazer uma factura ainda mais pesada que irá dar ao país, um atraso inevitável, os resultados vão ser piores, os agentes educativos vão estar menos motivados e será impossível devido às condições impostas, os professores longe das suas famílias e zona de conforto , melhores resultados… Pois é  só colocarem o Sr. Ministro Crato a dar aulas a 30 alunos e ele que veja depois os resultados !!!!!!  Milagres  ? Enfim .

Todos somos a favor da modernização, mas nada substitui as pessoas, o betão é o menos importante, é altura dos responsáveis políticos olharem para a educação como o motor de desenvolvimento para ultrapassarem os momentos menos bons que ai veem. Que nos interessa escolas de capa de revista ? que nos interessa os melhores auditórios ? Que nos interesse as melhores obras de arquitetura? . Isto está a ser substituído pelo mais importante, os professores, os agentes educativos, os alunos, e uma escola desumanizada é uma escola morta, condenada ao fracasso e os 113 milhões irão ser multiplicados inúmeras vezes .

Não poderia deixar aqui um obrigado muito especial a todos os agentes educativos pelo trabalho possível, por continuarem a fazer gerações de portugueses, não parar de sonhar e acreditar que é possível, e conforme o Padre Antonio Vieira diria , “A boa educação é moeda de ouro, em toda parte tem valor.  “

Bem Hajam, Obrigado por Tudo


A paixão de Sócrates – Pedro Santos Guerreiro – Jornal de Negócios

A paixão de Sócrates – Pedro Santos Guerreiro – Jornal de Negócios.

artigo do jornal económico merece uma leitura .

 


Teste para saber qual a nossa tendência politica

Retirado de um artigo do blogue Novo Mundo com um link para a revista veja com um polticometro onde podemos ver qual a nossa tendencia politica .

 

VEJA QUAL É A SUA TENDENCIA POLITICA …  CLIQUE AQUI

 

 


Tomada de posição aip – Conflito laboral nos portos

 

TOMADA DE POSIÇÃO DA AIP

CONFLITO LABORAL NOS PORTOS

A AIP considera que o prolongamento da paralisação do trabalho portuário, nomeadamente no Porto de Lisboa, tornou-se insustentável. Não existe justificação para o agravamento das condições de laboração, em particular, no principal porto nacional. É visível o repúdio de todos os sectores da economia portuguesa pelas posições assumidas pelos sindicatos e pela insensibilidade demonstrada face aos interesses do país.

O governo terá de voltar a aumentar o número de horas de trabalho de serviços mínimos, de forma a tornar operacional o Porto de Lisboa. Caso não seja cumprido ou se torne insuficiente, deverá decretar a requisição civil, dados os superiores interesses colectivos do país.

A AIP alerta ainda que o grande objectivo das empresas exportadoras é a redução dos custos das operações portuárias e o aumento da competitividade dos portos nacionais. A eventual resolução deste conflito nunca poderá passar pelo agravamento da factura portuária, suportada pelo sector transaccionável da nossa economia.

Finalmente, a AIP considera que este conflito demonstra que a situação de emergência nacional que o país atravessa, e que alguns teimam em não compreender, torna inadequada e de urgente reformulação alguns preceitos do contrato social existente no país, como é o caso do exercício irrestrito do direito à greve.


orçamento de estado de 2013

Face ao interesse que tem surgido nos ultimos tempos, seguem em anexo os documentos para CONSULTA.
Relatório de Orçamento de estado 2013
Proposta de Orçamento de estado 2013